A Clínica ColunaSP é um centro médico de tratamento completo aos pacientes com problemas na Coluna Vertebral. O tratamento clínico, ou tratamento não-cirúrgico, é o principal método de prevenção e tratamento da maioria das patologias da Coluna Vertebral. Estudos clínicos demonstram que mais de 80% das causas de dor na coluna têm resolução completa com o tratamento não-cirúrgico.

Cada paciente referenciado à ColunaSP é tratado de forma personalizada para um preciso diagnóstico e efetiva resolução clínica.

Um efetivo tratamento clínico da coluna vertebral inicia com uma história clínica detalhada e exame físico completo do paciente. Exames complementares e de imagem algumas vezes são necessários para a confirmação dos achados clínicos.

Em alguns casos, os exames complementares não evidenciam alterações patológicas. Isso não quer dizer que não há patologia presente, pois, o mais importante é a queixa clínica do paciente e suas alterações no exame clínico. Algumas patologias da coluna vertebral são de diagnóstico essencialmente clínico. Portanto, cada paciente deve ser olhado e tratado de forma individual.

Dentro do arsenal de medidas terapêuticas para o tratamento clínico da coluna vertebral temos algumas opções fundamentais e muito importantes em cada etapa do tratamento, como: medicações, acupuntura, fisioterapia, RPG, exercícios físicos (pilates, natação, academia, etc).

O tratamento clínico é dividido em etapas pré-definidas e de acordo com a sintomatologia dos pacientes. O objetivo final é a reabilitação motora completa e a prevenção de novos sintomas na coluna vertebral.

A primeira fase do tratamento clínico da coluna vertebral é o efetivo controle da dor e sintomas associados. O uso de medicações específicas para a coluna e o seu respectivo balanceamento deve ser sempre realizado pelo médico.
As medicações são usadas para diferentes tipos de sintomas e diferentes graduações de dor. Em muitos casos medicações analgésicas simples são suficientes, porém, em determinados casos são necessárias associações para controle da inflamação (antiinflamatórios), controle de sintomas neurológicos (medicações para dor neuropática, corticóides) e até para controle de dor intensa aguda (opióides).

Nessa primeira fase do tratamento é muito importante o tratamento adjuvante com terapias manuais. A analgesia proporcionada pela fisioterapia e acupuntura são fundamentais no relaxamento da musculatura e controle da dor. Um repouso relativo e breve de atividades esportivas e também situações do dia a dia que provocam o sintoma são importantes.

A partir desse momento inicia-se a segunda fase do tratamento clínico. É nessa fase que nos preocupamos na manutenção da melhora clínica, evitar recidivas e prevenir problemas futuros na coluna vertebral.

Na segunda fase do tratamento clínico a fisioterapia motora assume um papel de protagonista no tratamento. A fisioterapia tem o objetivo de educar o paciente em uma série de atividades para melhorar a saúde da coluna vertebral.
As terapias ativas de exercícios, alongamentos e fortalecimento da musculatura estabilizadora da coluna vertebral (paravertebral, CORE) são as atividades que irão manter a coluna saudável a longo prazo.
Dentro da fisioterapia da coluna vertebral temos ainda uma importante técnica de estabilização e reeducação postural (RPG), que irá agir de forma sinérgica ao tratamento nesta segunda etapa. Atualmente muitos dos sintomas dolorosos na coluna se devem a vícios posturais em nosso dia a dia.

A medida que o paciente apresenta uma estabilização dos sintomas e uma conclusão satisfatória dessa segunda fase do tratamento clínico, iniciam-se gradualmente os exercícios e esportes de baixo impacto.

Muitas pessoas ficam surpresas em saber que exercícios bem conduzidos podem efetivamente reduzir a dor. Na realidade, a prática regular de atividade física é um hábito protetor para a dor intermitente na coluna vertebral. Sabe-se que a maioria das causas de disfunção e dor na coluna são causadas pelo sedentarismo.

É importante realizar exercícios físicos que não prejudiquem a coluna vertebral. O primeiro sintoma de alerta é a presença de dor na coluna ou que irradia para algum membro durante a realização da atividade. Nesta fase do tratamento é imprescindível a comunicação entre o médico, fisioterapeuta e educador físico.

O tratamento clínico multidisciplinar da coluna vertebral é a melhor opção inicial em todos os casos.

Felizmente, mais de 90% dos pacientes apresenta controle total dos sintomas em um prazo de 1 a 3 semanas após um tratamento clínico bem conduzido.

Para maiores informações, entre em contato conosco.

AGENDE SUA CONSULTA AGORA

Nós tratamos uma série de problemas da coluna vertebral: Hérnia de disco, Dor nas Costas, Dor Ciática, Estenose do canal, Escoliose, Cifose, Fraturas na Coluna, Dor na Coluna Cervical, Dor na Coluna Lombar, Espondilolistese, etc.

Telefone:

(11) 3459-2128

Whatsapp:

(11) 99960-1592

Email:

Endereço:

Av. Pompéia, 634 cj 215– Pompéia
Ed. Vitrine Offices – São Paulo – SP
CEP 05022-000
Estacionamento com vallet.