O QUE É A HÉRNIA DE DISCO LOMBAR?

Hérnia de disco lombar é o termo utilizado para definir um deslocamento anormal do disco intervertebral na região lombar da coluna vertebral. Esse deslocamento pode ou não causar sintomas. Existem várias definições e nômicas anatômicas utilizadas para a mesma patologia.
O deslocamento discal generalizado ou circunferencial conhecido como “abaulamento discal” não é considerado totalmente uma hérnia de disco. Esse abaulamento discal difuso pode ser simétrico (deslocamento discal igual em todas as direções) ou assimétrico (frequentemente associado a escoliose).
A hérnia de disco focal é mais especificamente classificada como protrusão ou extrusão, de acordo com a forma do material deslocado. A terminologia “protrusão” é utilizada quando a base do disco é mais ampla do que qualquer outro di metro do material deslocado. Nesses casos geralmente o anulo fibroso (capa do disco) está íntegro.
Já hérnia extrusa é uma terminologia usada quando ocorre uma projeção focal do disco, em que a base é mais estreita do que os demais di metros medidos no mesmo planos, havendo rotura de todas as camadas do nulo fibroso. O material discal pode migrar superiormente ou inferiormente (hérnia sequestrada).

QUAIS OS SINTOMAS DA HÉRNIA DE DISCO LOMBAR?

Quando os pacientes apresentam uma hérnia de disco lombar a dor geralmente começa na região da coluna lombar e se irradia para nádegas, coxa, perna podendo chegar até os pés (segue o trajeto da raíz nervosa comprimida pela hérnia de disco – chamada dor radicular). A dor pode ser intermitente ou contínua. Em geral, a dor aumenta com atividades de flexão do tronco e na posição sentada. Os pacientes podem apresentar fraqueza e parestesia (formigamento) no trajeto da raíz envolvida.

COMO A HÉRNIA DE DISCO LOMBAR É DIAGNOSTICADA?

O exame de excelência para o diagnóstico é a ressonância magnética, porém deve ser solicitada apenas em casos selecionados e após um exame clínico completo que leve a suspeição do diagnóstico.

dor nas costas3

QUAL O TRATAMENTO PARA HÉRNIA DE DISCO?

O tratamento conservador (não cirúrgico) envolve um vigoroso programa de reabilitação motora, medicamentos (analgésicos, anti-inflamatórios, corticóides, etc) e acupuntura para controle da dor, um programa de fisioterapia motora, enfatizando alongamentos da musculatura encurtada lombar, abdominal e de membros inferiores além de trabalhos posturais. Aproximadamente 90% dos pacientes apresentam resolução clínica completa com o tratamento conservador.

QUAIS SÃO AS INDICAÇÕES PARA CIRURGIA DA HÉRNIA DE DISCO?

A cirurgia está indicada em pacientes com dor intratável, naqueles em que o tratamento conservador não alcança sucesso, nos pacientes que apresentam déficit neurológico, e na síndrome da cauda equina.

O QUE É SÍNDROME DA CAUDA EQUINA?

A síndrome da cauda equina é uma grande hérnia discal na linha média que pode comprimir várias raízes da cauda equina; ocorre em uma parcela bem pequena dos pacientes com uma hérnia discal. O disco l4-l5 é o mais acometido. Os pacientes se queixam de dor lombar, irradiação para as pernas, muitas vezes acompanhada de perda de força nos membros e anestesia no períneo/nádegas associada a incontinência – perda urinária. A intervenção cirúrgica imediata é o tratamento de escolha.

QUAL É O TRATAMENTO CIRÚRGICO DA HÉRNIA DE DISCO LOMBAR?

A cirurgia tradicional é a laminectomia e a excisão discal por meio de uma incisão na linha média. Os músculos paravertebrais são levantados da l mina da vértebra em cada lado da lesão. A l mina é identificada e o ligamento amarelo é excisado. Podem ser removidas porções da l mina superior e inferior. Após o afastamento da raíz nervosa, a hérnia discal é identificada e removida. Atualmente há uma tendência cada vez maior a se realizar esse procedimento por técnica minimamente invasiva como a endoscopia da coluna. Saiba mais em nosso outro artigo.

AGENDE SUA CONSULTA AGORA

Nós tratamos uma série de problemas da coluna vertebral: Hérnia de disco, Dor nas Costas, Dor Ciática, Estenose do canal, Escoliose, Cifose, Fraturas na Coluna, Dor na Coluna Cervical, Dor na Coluna Lombar, Espondilolistese, etc.

Telefone:

(11) 3459-2128

Whatsapp:

(11) 99960-1592

Email:

Endereço:

Av. Pompéia, 634 cj 215– Pompéia
Ed. Vitrine Offices – São Paulo – SP
CEP 05022-000
Estacionamento com vallet.